Homem que matou a ex-mulher a facadas em Muzambinho se apresenta à polícia

29.10.2014

Adriano Bueno Cerávolo Montanari confessou o crime e está preso na Cadeia Pública da cidade. Se condenado, pode pegar de 12 a 15 anos de prisão.

Adriano Bueno Cerávolo Montanari, de 35 anos, se apresentou junto com seus advogados a Polícia Civil de Muzambinho (MG) na noite desta terça-feira (28). Ele é acusado de matar a ex-mulher, Diana Vieira Montanari, de 36 anos, com três facadas no dia 19 de outubro.

 

Diana Vieira Montanari morta com três facadas pelo ex-marido. Foto: Reprodução Internet

 

O acusado foi ouvido na última quarta-feira (22), mas não ficou detido devido à Lei Eleitoral, que veda qualquer tipo de prisão cautelar que não em flagrante cinco dias antes das eleições e 48 horas após o dia de votação. Adriano se apresentou dentro do período eleitoral. 

 

O Doutor Adnan Cassiano Grava, delegado responsável pelo caso, disse que o acusado já havia confessado o crime, porém algumas contradições no depoimento de Adriano e das testemunhas foram observadas, deste modo, haverá a reconstituição do acontecido somente com a presença do autor das facadas.  

 

De acordo com a polícia, Diana teria pedido o divórcio ao companheiro e eles estavam separados há cerca de 6 meses. O homicídio foi motivado por ciúme.

 

Adriano está preso da Cadeia Pública de Muzambinho e será indiciado por homicídio qualificado e, se condenado, pode ficar preso de 12 a 15 anos de prisão. 

Compartilhar

Fonte - Redação Atividade FM Autor - Fagner Passos

Solicitar Musica

UF

MG

  • AC

  • AL

  • AP

  • AM

  • BA

  • CE

  • DF

  • ES

  • GO

  • MA

  • MT

  • MS

  • MG

  • PA

  • PB

  • PR

  • PE

  • PI

  • RJ

  • RN

  • RS

  • RO

  • RR

  • SC

  • SP

  • SE

  • TO