Unesp recebe Prêmio da ONU por programa desenvolvido nos PSFs em Muzambinho

06.12.2016

Mais Movimento do PNUD/ONU é um programa que busca aumentar o nível de atividade física e melhorar a qualidade de vida.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) anunciou na última semana os vencedores do Prêmio Mais Movimento no Museu de Arte do Rio (MAR), no Rio de Janeiro. Com abrangência nacional, o prêmio buscou três iniciativas que promovem a prática regular da atividade física, em todas as faixas etárias, além de uma reportagem que tenha contribuído para disseminar os objetivos da premiação.

 

Um dos vencedores foi o Programa Promoção de Atividade Física em Unidades Básicas de Saúde da Unesp, cujo objetivo é aumentar o nível de atividade física e melhorar a qualidade de vida da população das cidades de Rio Claro (SP) e Muzambinho (MG). A iniciativa oferece atividades físicas regulares em 18 Unidades Básicas de Saúde (UBS), onde as pessoas, ao buscarem tratamento, encontram alternativas de saúde preventiva. O programa é uma parceria entre a Universidade Estadual Paulista (UNESP) e as Secretarias de saúde municipais das duas cidades.

 

O programa encontrou uma forma de tornar o uso desses espaços públicos, normalmente procurados para o tratamento de doenças, em centros comunitários de prática de atividade física. O projeto é coordenado pelo vice-reitor da Unesp, Eduardo Kokubun, e pela Profa. Priscila Nakamura do Instituto Federal do Sul de Minas, graduada pelo Instituto de Biociências da Unesp de Rio Claro, onde realizou seus pós-doutorado, sob orientação do professor Kokubun.

 

"Estamos muito felizes pelo reconhecimento do nosso trabalho que é desenvolvido desde 2001 em Rio Claro e 2015 em Muzambinho. Enfrentamos várias mudanças de gestões, crises, brigas políticas e cortes de verbas para a pesquisa, porém conseguimos sobreviver e até expandir o nosso programa devido ao envolvimento dos alunos de graduação, pós graduação, técnicos de laboratório e professores (UNESP e IFSULDEMINAS - Campus Muzambinho) do curso de Educação Física. O nosso caminho ainda é longo, pois o nosso principal objetivo é que todas as unidades de saúde do Brasil tenham alguma intervenção para promoção de atividade física. Esperamos que com o prêmio "Mais Movimento" possamos disseminar com mais rapidez os conhecimentos adquiridos na academia para a sociedade e que a população possa desfrutar de todos os seus direitos como cidadãos. Por fim, agradecer e parabenizar as Nações Unidades pela iniciativa e que nos próximos anos possam apoiar e divulgar vários grandes projetos", diz Priscila.

 

Premiação
O Prêmio Mais Movimento tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância da prática de atividade física. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 30% da população é fisicamente ativa. Desses, somente entre 2% e 5% fazem exercícios em volume ideal (30 minutos de atividade por dia). No Brasil, cerca de 300 mil pessoas morrem por ano de doenças associadas diretamente à inatividade física. No mundo, esse número chega a 5,3 milhões de mortes por ano.

 

De acordo com estudo do Ministério do Esporte, estima-se que o percentual de brasileiros envolvidos com esportes ou atividades físicas é de apenas 55% (Diesporte, 2015). No conjunto das capitais brasileiras, a frequência da prática de atividade física é de 41,6% entre homens, com percentual ainda mais baixo entre as mulheres, de 30,4% (Vigitel, 2014).

 

O PNUD vem trabalhando para promover e reconhecer o esporte e a atividade física como fatores de desenvolvimento humano no Brasil, atuando junto a diferentes setores para fomentar ações nesse âmbito na agenda nacional. Nesse sentido, o Prêmio foi lançado com o intuito de valorizar iniciativas que promovam experiências positivas para crianças desde cedo e/ou integrem a atividade física no dia a dia das pessoas em todas as faixas etárias.

 

Os vencedores do Prêmio Mais Movimento receberam troféus do PNUD, atestando a relevância das iniciativas, além de certificado, kit de divulgação, book de fotos profissionais, vídeo editado e parecer de avaliação externa sobre a iniciativa. 

 

Os ganhadores foram selecionados por um júri independente, composto por representantes do PNUD, de outras agências internacionais, do governo, de organizações da sociedade civil e do setor privado. Os critérios de avaliação incluíram inovação, originalidade, impacto qualitativo, acesso universal, trabalho em rede, escala e potencial de multiplicação da ação.

 

A entrega do Prêmio Mais Movimento, realizado na última sexta-feira (02), encerrou a IV Semana Internacional do Esporte pela Mudança Social, uma iniciativa da Rede Esporte pela Mudança Social (REMS).

 

Os vencedores
“Erê Lab” é um negócio social que buscou transformar os parquinhos tradicionais, que replicam os equipamentos utilizados desde a década de 70, em espaços inovadores e lúdicos para a atividade física. O “Erê Lab” trabalha a partir de quatro princípios: o desenvolvimento da criança através do brincar ativo; o convívio diário com a cidade, que fortalece o senso de pertencimento; o uso de matérias-primas certificadas ou peças reaproveitadas; a inspiração em elementos da cultura brasileira. Até hoje, cerca de 9 mil crianças já puderam experimentar esses espaços, instalados em áreas públicas e em variados contextos sociais. O “Erê Lab” é um dos vencedores do Prêmio porque promove a atividade física e o desenvolvimento humano através do resgate do brincar na vida das crianças.

 

“Geração Movimento” tem o objetivo de tornar a cultura corporal presente no dia-a-dia da escola. Por meio da capacitação de professores, encontros presenciais e atividades virtuais, o programa dissemina uma metodologia lúdica e criativa, que convida toda a comunidade escolar a ser mais fisicamente ativa. Mais de 200 professores e 18 mil alunos do ensino fundamental tiveram a oportunidade de vivenciar essa iniciativa, uma parceria entre o Instituto Coca-Cola, a Fundação Roberto Marinho, e as Secretarias de Educação de Sumaré e Joinville. O “Geração Movimento” é um dos vencedores do Prêmio porque promove, de forma inovadora, a valorização da atividade física no contexto escolar e a reconhece como um instrumento educacional e de desenvolvimento integral.

 

“Promoção de Atividade Física em Unidades Básicas de Saúde (UBS)” tem o objetivo de aumentar o nível de atividade física e melhorar a qualidade de vida da população das cidades de Rio Claro e Muzambinho. A iniciativa oferece atividades físicas regulares em 18 UBSs, onde as pessoas, ao buscarem tratamento, encontram alternativas de saúde preventiva. O programa é uma parceria entre a Universidade Estadual Paulista (UNESP) e as Secretarias de saúde municipais das duas cidades. O programa “Promoção de Atividade Física em Unidades Básicas de Saúde” é um dos vencedores do Prêmio porque encontrou uma forma de tornar o uso desses espaços públicos, normalmente procurados para o tratamento de doenças, em centros comunitários de prática de atividade física.

 

PNUD
O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento executa diversos projetos em diferentes áreas. Neles, o PNUD oferece aos parceiros apoio técnico, operacional e gerencial, por meio de acesso a metodologias, conhecimentos, consultoria especializada e ampla rede de cooperação técnica internacional. Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento humano, o combate à pobreza e o crescimento do país nas áreas prioritárias, o PNUD Brasil tem a constante missão de buscar alinhar seus serviços às necessidades de um país dinâmico, multifacetado e diversificado. Os projetos são realizados em parceria com o governo brasileiro, instituições financeiras internacionais, setor privado e sociedade civil.

 

Foto: UNIC Rio/ Matheus Otanari

Compartilhar

Fonte - UNESP/PNUD ONU

Solicitar Musica

UF

MG

  • AC

  • AL

  • AP

  • AM

  • BA

  • CE

  • DF

  • ES

  • GO

  • MA

  • MT

  • MS

  • MG

  • PA

  • PB

  • PR

  • PE

  • PI

  • RJ

  • RN

  • RS

  • RO

  • RR

  • SC

  • SP

  • SE

  • TO