Servidores municipais iniciam greve em São Sebastião do Paraíso

08.04.2016

Categoria pede reajuste salarial, remuneração de horas extras, e outros. Cerca de 600 trabalhadores aderiram ao movimento desde terça-feira (5).

Cerca de 600 servidores municipais de São Sebastião do Paraíso  estão em greve. A paralisação teve início na terça-feira (5) para reivindicar uma série de promessas e direitos que, segundo eles, não estão sendo cumpridos, como reajuste salarial e remuneração de horas extras.

 

Eles também dizem que estão com pagamentos atrasados. Uma reunião nesta quinta-feira (7), na sede do sindicato, com cerca de 50 servidores, definiu as estratégias para os próximos dias de greve.


Desde o início da paralisação, os servidores organizaram várias manifestações na cidade. Em uma delas, dezenas de manifestantes entraram no gabinete do prefeito com faixas e cartazes.


"Estamos pedindo reajuste salarial, porque até o momento nós não tivemos, estamos pedindo também que a nossa data-base seja cumprida em março, o prefeito ignorou completamente isso.

 

Estamos reivindicando pagamento de horas extras para servidores que estão com mais de 10 meses com atraso. Estamos pedindo também o fim do assédio moral, ameaça, transferências aleatórias", lista o secretário do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sempre) da cidade, Rildo Domingos.

 

Até agora, cerca de 600 servidores municipais de diversas áreas aderiram ao movimento. Um dos lugares com maior número de adesão é o pronto-socorro da cidade, onde há três dias, menos da metade dos funcionários estão trabalhando. "Está péssimo [a greve].

 

A gente que sofre com isso, infelizmente", afirma uma paciente no pronto-socorro da cidade.
"Lamentavelmente, quando não há uma negociação com o gestor, o objetivo da greve é chamar a atenção da população pra estar ajudando quem está reivindicando.

 

E a única forma que a população sente é ver os seus direitos limitados", afirma a presidente do Sempre, Maria Rejane Tenório.


Uma reunião entre o prefeito, vereadores e os representantes do sindicato dos servidores municipais foi marcada para esta sexta-feira (8) na prefeitura municipal.

 

O prefeito já adiantou que vai dar um reajuste de salário e de auxílio-alimentação à categoria e também que vai ouvir as outras reivindicações.

 

*Foto: G1 Sul de Minas.

Compartilhar

Fonte - G1 Sul de Minas

Solicitar Musica

UF

MG

  • AC

  • AL

  • AP

  • AM

  • BA

  • CE

  • DF

  • ES

  • GO

  • MA

  • MT

  • MS

  • MG

  • PA

  • PB

  • PR

  • PE

  • PI

  • RJ

  • RN

  • RS

  • RO

  • RR

  • SC

  • SP

  • SE

  • TO