Milionário tem alta do hospital após passar por cirurgia cardíaca

24.06.2015

Sertanejo passou por cirurgia em Rio Preto (SP) e teve alta nesta 2ª feira. Cantor terá de ficar cerca de 70 dias sem cantar por causa da cirurgia.

O cantor sertanejo Milionário, de 75 anos, que passou por uma cirurgia do coração no dia 15 de junho, em São José do Rio Preto (SP). recebeu alta nesta semana. “Estou muito bem de saúde e quero dizer que este ano vou dar uma descansada, parar com os shows, e ano que vem, se Deus quiser, volto”, diz ele no vídeo, gravado nesta segunda-feira (23), pouco antes de sair do hospital. 


Segundo a filha do cantor, Joana Matos, ele fica hospedado na cidade até terminar de fazer os exames, mas poderá voltar em breve a Mogi Mirim (SP), onde mora. Ele deve ficar de repouso por 70 dias por causa da cirurgia.


O cantor também aproveitou para agradecer a torcida por sua recuperação. “Quero agradecer as preces que vocês fizeram pra mim, as orações, que foram muito bacanas, obrigado”, finaliza Milionário.


Exame e cirurgia
A cirurgia foi realizada no Hospital Beneficência Portuguesa, em Rio Preto. Segundo a equipe médica, Milionário fez uma avaliação cardíaca há duas semanas e, durante a avaliação, foi solicitada a cirurgia. Conforme a equipe médica, um ecocardiograma feito no cantor sertanejo mostrou um estreitamento da válvula aórtica e ficou definido que ele deveria passar por uma cirurgia, caso contrário poderia ter um infarto agudo do miocárdio.

 

Milionário foi internado no domingo (14) e a cirurgia foi realizada na manhã desta segunda-feira (15), durando quase cinco horas. "O Milionário veio fazer uma avaliação conosco, com relação a uma doença coronariana. Solicitamos o cateterismo, que foi realizado na quinta-feira, que confirmou a doença com lesões críticas. A conduta para esse procedimento era a cirurgia de revascularização do miocárdio, com duas pontes de safena e uma mamária. Paralelamente foi realizado um ecocardiograma, que indicou um estreitamento da válvula aórtica, que chamamos de Estenose aórtica”, explica Leal.


Ainda conforme o médico, a cirurgia não foi de urgência, mas sim, eletiva. “Ele já tinha alguns exames realizados e veio para uma segunda opinião e, nessa avaliação, entendemos que ele deveria passar por alguns exames para confirmar o diagnóstico”, comenta o médico.

 

Compartilhar

Fonte - G1 Autor - Fagner Passos

Solicitar Musica

UF

MG

  • AC

  • AL

  • AP

  • AM

  • BA

  • CE

  • DF

  • ES

  • GO

  • MA

  • MT

  • MS

  • MG

  • PA

  • PB

  • PR

  • PE

  • PI

  • RJ

  • RN

  • RS

  • RO

  • RR

  • SC

  • SP

  • SE

  • TO