Homem que praticou vandalismo em Muzambinho é preso

17.03.2015

Magno Marcondes confessou os atos na ONG Jovina Rocha Prado e no Cemitério. Segundo o delegado, o autor apresenta visíveis distúrbios mentais.

A Polícia Civil de Muzambinho (MG) esclareceu, na tarde desta segunda-feira (16), os casos de vandalismos ocorridos na Organização Protetora de Cães e Gatos Jovina Rocha Prado e no Cemitério Municipal.

 

Segundo o Delegado de Polícia de Muzambinho, Adnan Cassiano Grava, o responsável pelos atos é Magno Marcondes, que, segundo o Delegado, não soube explicar os motivos que o levaram a praticar as depredações. 

 

Magno Marcondes foi apresentado nesta segunda-feira (16). Foto: Polícia CIvil de Muzambinho

 

Doutor Adnan comentou que o autor apresenta visíveis distúrbios mentais. No entanto, o suspeito confessou os dois atos de vandalismo. Segundo o Delegado, na noite em que aconteceram as depredações nos túmulos, Magno estava pernoitando no Cemitério porque tinha se desentendido com familiares e lá se embebedou. Dr. Adnan também salientou que o autor passou várias noites dormindo no cemitério, mas foi expulso pelo responsável pelo local e ficou enfurecido. O autor confessou, de acordo com a autoridade policial que “ao ser expulso pelo responsável, dias depois, se enfureceu e, aliado ao álcool consumido, explodiu, atacando os túmulos e benfeitorias do cemitério”. 

 

Em relação às depredações nas instalações da ONG Jovina Rocha Prado, Magno disse que, durante o período em que pernoitava no Cemitério, alcoolizado, perdeu o rumo e, quando se deu conta, estava sendo atacado por cachorros tendo sido, inclusive, mordido por um deles. 

O Delegado de Muzambinho afirmou também que Magno disse à Policia Civil que está arrependido e a bebida lhe faz “praticar atos muito tristes”. 

 

Os casos
No último dia 4 de março, A ONG de proteção a cães e gatos Jovina Rocha Prado de Muzambinho (MG) foi invadida e, segundo a Polícia Militar, dois portões foram estourados, vários cães foram soltos das baías, o que provocou brigas entre eles, e deixou um animal gravemente ferido, que acabou morrendo dias depois. Na ocasião, nada foi levado. 

 

Já na madrugada do último dia 9, o Cemitério Municipal, foi alvo de vandalismo. De acordo com o responsável pelo local, Marcelo Francisco do Nascimento, 23 túmulos foram danificados.  Na ocasião, A Prefeitura Municipal, que administra o cemitério, informou que o local não possui guarda no período da noite.

Compartilhar

Fonte - Redação Atividade FM Autor - Evandro Moreira

Solicitar Musica

UF

MG

  • AC

  • AL

  • AP

  • AM

  • BA

  • CE

  • DF

  • ES

  • GO

  • MA

  • MT

  • MS

  • MG

  • PA

  • PB

  • PR

  • PE

  • PI

  • RJ

  • RN

  • RS

  • RO

  • RR

  • SC

  • SP

  • SE

  • TO