Ao Vivo com a Atividade FM

Ouvir Ao Vivo
Madrugada AtividadeAté as 05:00
Participe! (35) 3571 4383

Notícias

"Ele falava que se invadisse, ia matar todo mundo", diz refém de tentativa de assalto a banco em Elói Mendes

"Ele falava que se invadisse, ia matar todo mundo", diz refém de tentativa de assalto a banco em Elói Mendes
Violência 15/05/2019

Crime aconteceu na manhã desta terça-feira (14) em Elói Mendes (MG); homem se entregou após mais de três horas com vítimas.

A tarde foi de alívio e depoimentos para as cinco vítimas de uma tentativa de assalto a agência do Banco Bradesco em Elói Mendes (MG) nesta terça-feira (14). O grupo, que ficou por mais de três horas sob a mira de um assaltante na parte da manhã, depôs na delegacia de Polícia Civil da cidade e revelou os momentos de tensão passados no interior do prédio.

 

"Fiquei nervosa com as ameaças dele. Ele falava que se invadisse lá, ia matar todo mundo que estava lá dentro", contou a faxineira Elisângela de Lima Ribeiro, uma das últimas a saírem do prédio.

 

A tentativa de assalto começou quando uma gerente do banco, que mora em Paraguaçu e estava a caminho do trabalho pela BR-491, foi abordada e rendida por quatro homens. Um deles foi até o banco e entrou no prédio com ela. Os outros três ficaram para trás e ameaçaram sequestrar a família dela para garantir que ela colaborasse no assalto.

 

"Eles me abordaram na rodovia, com arma. Aí eu tive que estacionar o carro, porque eles ficaram batendo no meu carro, para eu estacionar. Aí ele entrou no meu carro e veio comigo. [Ele disse] que ele não queria que acontecesse nada com ninguém, que ele só queria o dinheiro", conta a gerente Lara Tavares.

 

O assaltante que restou entrou na agência e rendeu as outras quatro pessoas - dois gerentes, a faxineira e um vigilante. No entanto, quando outro vigilante chegou ao local, percebeu que algo estava errado e acionou a polícia, que imediatamente se dirigiu à agência. Logo depois, Lara e mais um dos gerentes conseguiu deixar o prédio. Os outros três reféns continuaram rendidos.

"Ele falou para a gente não chamar a polícia, deixar os celulares, entregar o celular para ele. A gente entregou, nós fizemos tudo que ele mandou", conta a gerente Dulcineia de Lourdes Penha. "Apavorante. A gente [ficou] pensando que ia acontecer o pior".

 

Ela também só deixou o prédio quando o assaltante se rendeu. As vítimas não ficaram feridas, mas foram encaminhadas ao pronto-socorro, onde passaram por exames antes de serem liberadas.

 

Rendição
Os reféns ficaram sob a mira Antônio César Leal, de 36 anos. Ele usou um revólver calibre 38 para render as vítimas e ainda roubou a arma do vigia. A situação foi monitorada por policiais civis, militares e também do Batalhão de Operações Especiais (Bope) por meio das câmaras de vigilância e também por cima de prédios vizinhos à agência.

 

Com o prédio cercado, as negociações avançaram, até que o assaltante se entregou, por volta das 12h30. Após fazer exame de corpo de delito, por volta das 14h30, Antônio foi encaminhado à delegacia de Varginha (MG), cidade vizinha, onde prestou depoimento. Ele afirmou que as câmeras de vigilância da agência, que são monitoradas em tempo real, atrapalharam a ação.

 

"As câmeras online. Nós não sabíamos", resumiu Antônio à equipe da EPTV Sul de Minas, afiliada da Rede Globo.

 

Antônio mora em Alfenas (MG) e, segundo a polícia, tem várias passagens por tráfico de drogas, roubo à mão armada e receptação. Após ele ser identificado, a polícia buscou o pai dele em casa, o ajudou a convencê-lo a se render durante as negociações. Apesar de também ir à delegacia, o pai não quis falar sobre o caso.

 

"O negociador já estava avançando com ele nesse sentido, de que ele sairia sem nenhum problema à sua integridade física, que era uma preocupação que ele tinha. E o pai disse: 'Filho, eu estou aqui, eu vim aqui para te tirar disso aqui. Nada vai acontecer'. Então ele entregou duas armas e entregou os reféns", contou o delegado regional Welington Clair.

 

O assaltante foi levado para o Presídio de Varginha.

 

Foto: Reprodução EPTV

ver todas notícias Fonte: G1 Sul de Minas
Ir para o topo

Contato

35 3571 4383
35 3571 1056
contato@fmatividade.com.br
Av. Afonso Pena, 412
Centro - Muzambinho, MG
CEP 37890-000

Facebook

2019 - Rádio Atividade FM 99,1